Alta Imagem

o espelho mente pra mim

a marca da mandíbula

aparente

mente

não combina com a foto

a luz sobre o rosto

contra a pele

meus olhos me enganam

só reparam nos lábios

escuros
nos cachos
modelados
e a pupila joga
conta uma história
que não se prova
que não se sente

sinto a inversão
dos clichês de sempre

no vidro
contemplada
acredito em mim mesma
escuto
essa voz
que me diz gentilezas

no mundo
real
os ângulos somem
caídas, nos joelhos
as verdades
aparecerem
é o espelho
que me ilude
mas as lentes
me perseguem.