Hipótese

fico aqui pensando
com todas as minhas crises
se um dia desses
qualquer que seja
eu vou cansar de você

será que vou cansar
da sua pele
que provoca minhas mãos
do seu sorriso
que me derrete a calcinha
será que posso não querer
num dia desses que vier
ouvir sua respiração pesar
quando percebo
o teu tesão crescer

fico aqui pensando
com todos os meus deslizes
se numa noite mais fria
ou mais quente
eu vou olhar pro seu nome
na tela
e não vou pensar se devo

será que vou me encher
até transbordar
até por tudo a perder
e vou passar uma chance
de sentir seu dedo
fundo
me empurrando
por dentro

será que meu sorriso
vai deixar de ser tímido
levemente contido
e um pouco preocupado
ou se teus pensamentos
já não me serão charadas
labirintos
que desejo percorrer
perder a mão
pesar os olhos

fico aqui pensando
com todos os meus sorrisos
se numa tarde dessas que vivo
não vou mais desejar a noite
e o encontro marcado
ou por acaso
quase meio que escondido

se o jeito que você pega
minha perna
e me fala pra abaixar
porque essa fica melhor
não vai se repetir na memória
tentando sentir
de novo
os seus lábios nos meus,
o seu gosto

fico aqui pensando
com todos os meus finitos
se numa mensagem dessas que mando
eu não vou sentir pressa
de ler a resposta
será que um dia, quem sabe
sua pele, sua voz
descerão pela garganta
e eu vou digerir
o que sinto
como gozo
e como você me encanta.